Réveillon com fogos e neve no Village Mammouth

O inverno chegou com força, porém nada de ficar em casa. Para muitos, esta é a melhor estação do ano e a neve é sinônimo de diversão. Se você joga no time dos que amam o frio, uma das melhores atrações da temporada é o Village Mammouth no Parc Olympique. O Village é uma espécie de cidade de gelo com muita diversão para quem gosta da temperatura lá embaixo.

f927566c2e9b984e2a7e38b82857ccbb

No Village Mammouth há uma pista de patinação e qualquer pessoa pode alugar o equipamento, como patins (locação por 10 dólares), capacetes, protetores, luvas, óculos e armário. Diversão garantida é um tobogã gigante de gelo. Você desliza e cai direto na neve.

village-mammouth-patinoire4

O estabelecimento funciona de sexta a domingo em horário regular e é aberto para adultos e crianças. Além das diversões de inverno, vários caminhões (food trucks) com petiscos tradicionais, como o poutine, estão à disposição dos frequentadores.

parc_olympique1

Para a festa da virada 2016-2017, o Village preparou uma noite com os DJs Antoine Clamaran, Nic&Peter e Etienne Ozborne. É para que ninguém fique parado e com frio. O réveillon do Village vai ter uma explosão de fogos de artifícios à meia-noite e a festa vai até as 2 horas da manhã.

vm_31slider

Para saber mais informações sobre preços, horários e programação, acesse:

http://villagemammouth.com/

Obs.: fotos da divulgação Village Mammouth/Tourisme Montreal

ACHEI EM MONTREAL: ****CASACOS DE INVERNO****

A minha busca incansável por produtos e serviços aqui no Canadá virou um saga. Oficialmente, o inverno só chega no dia 21 de dezembro, porém as baixas temperaturas, o vento gelado e a neve fazem com que o corpo esfrie. Para não congelar, resolvi comprar um casaco de inverno para a estação  no Canadá. A tarefa não foi fácil por dois motivos: minha falta de conhecimento e o preço nas alturas dos bons casacos, daqueles que aguentam a temperatura lá embaixo. Andei por várias lojas e me assustei com o valor dos coats em Montreal!

14522936_891781824292133_6226516382968435993_n
Frio e elegância

Gosto muito de trocar ideias, informações com quem já vive aqui há mais tempo. Foi em uma conversa com um amigo que veio a solução e pôs fim ao delírio de me congelar por completo. Ele me falou sobre a GOGOJOJO, uma empresa recém-criada pelos brasileiros Yung Esposito, Samir Sarhan e Omar Sarhan, a qual vende os melhores casacos de frio do Canadá por um preço que eu poderia pagar.

14141773_870820159721633_3016744010211759448_n-1

A GOGOJOJO é uma empresa on-linecom sede em Montreal, todavia faz entrega em todo o país e não cobra taxas. No site, entre várias opções, eles vendem a Arctic Expedition, que é uma das mais tradicionais marcas canadenses de artigos para o inverno no norte.

14089133_865133886956927_3327914759833651480_n
Produtos feitos para o inverno canadense

Se você pensou em um casaquinho, não poderia estar mais enganado. Os casacos são para aguentar menos 25ºC e até menos 40ºC. Qual o segredo para conter o frio? A resposta é ter um casaco certo para as suas necessidades. No meu caso, eu escolhi um manteau de Duvet, uma palavra francesa que significa pluma.

14611040_904884889648493_8788275648215237078_n
Casacos longos com proteção total

No Brasil, o Duvet é um enchimento muito usado em edredons e travesseiros, porém no Canadá, o Duvet também é utilizado em roupas. “Quanto mais pluma tem o Duvet, mais quente e leve ele é”, explicou Yung Esposito, que, além de empresária, tem longa experiência na área de moda no Brasil e no Canadá.

15284021_926981874105461_8490651933153530327_n
Casacos com beleza, estilo e praticidade

Mais do que simplesmente vender, a equipe da GOGOJOJO me ajudou a decidir o que seria melhor para mim. Conversando com a Yung, descobri que estava me vestindo de maneira errada, inapropriada para o frio. No dia do nosso encontro, eu estava com duas calças compridas, três blusas, um casaco e ainda me tremia por dentro. “Você deveria estar usando uma segunda pele. Além disso, está com blusa de algodão, que é um tecido leve para o verão, e esse casaco é para o outono”, orientou Yung.

14717131_904120303058285_8460852908083001295_n
A coleção da Arctic Expedition

Yung é uma verdadeira consultora sobre frio. Com ela eu escolhi um modelo longo e perfeito para mim, que ando muito ao ar livre e sinto muito frio nas pernas. Depois da escolha do meu manteau, outras dúvidas foram surgindo: como lavar? Pode colocar o casaco na secadora? A resposta foi inusitada. “Você tira primeiro a pele, o fur, e depois coloca na máquina. Só que, para secar, existe um truque. Você vai colocar uma ou duas bolinhas de tênis. É a bola de tênis que você usa para jogar e que vai fazer com que o Duvet infle de novo e não estrague o casaco”, disse Yung. Sinceramente, eu nunca ouvi que bola de tênis ajudasse a secar roupa, mas também nunca usei um casaco de Duvet para menos 25 graus!

14542511_891781217625527_6080453671563117226_o
Casacos lindos e com ótimo preço

Aprender como se vestir e escolher o material correto é fundamental para que a pessoa não passe o inverno com medo de sair nas ruas. No sábado, dia 17 de dezembro, a GOGOJOJO vai apresentar um show room com a coleção de frio, em que vai ser possível fazer uma sessão de orientação gratuita:  Como se vestir no inverno canadense:verdades e mitos  com a Yung. A palestra em português vai ser às 16 horas.P ara enfrentar as baixas temperaturas no Canadá, toda a ajuda é bem-vinda! Afinal, aqui no Quebec, o frio é de quebrar os ossos!

15442150_935982033205445_9108202245420977434_n

Para saber mais informações sobre a GOGOJOJO, por favor acesse o link abaixo:

https://gogojojo.ca/

Obs: fotos divulgação GOGOJOJO.

Um roteiro com cervejas encorpadas para espantar o frio em Montreal

Oficialmente, o inverno começa no dia 21 de dezembro, entretanto o frio, com temperaturas abaixo de zero, já chegou com força ao Canadá! Para aquecer o corpo, uma dica é degustar uma cerveja forte, encorpada e com teor alcoólico bem elevado. Esta é a ideia do The Montreal Brewpub Experience, um tour para apreciar as melhores cervejas do mundo, além de espantar o frio e aproveitar para fazer amigos na cidade mais cultural do Canadá, é claro.

6046_1079007285464414_7246396587890822898_n

O roteiro do The Montrel Brewpub Experience inclui três bares, petiscos, diversão garantida e preços a partir de 59 dólares canadenses por pessoa. A maratona dos cervejeiros começa no Le Saint-Bock, 749 Saint-Denis, perto da estação de metrô Sherbrooke. Participei do tour com um grupo bem animado e multicultural, composto por canadenses, americanos, irlandeses, um francês, uma indiana e eu como a única brasileira.A guia era Camille Dupuis, uma turismóloga especializada em cerveja que deu muitas dicas de como aproveitar ao máximo a experiência. “Levante o copo na direção da luz e você vai perceber a cor real da cerveja. Então, mova o copo lentamente e sinta o aroma. Agora, podem beber!”, explicou Camille Dupuis.

15491938_1225301777548967_1940899779_o
Poutine com molho de cerveja

A degustação foi acompanhada com um  poutine, o prato típico do Quebec, feito com batatas fritas e queijo, mas que. aqui. tem na receita um molho de cerveja belga. As bebidas servidas no Le Saint-Bock eram artesanais, fortes, com malte bem tostado e alto teor alcoólico. Para participar do roteiro é preciso ter no minímo três horas livres. Entre papos, questionamentos, explicações, a calma é necessária e nada de pressa para beber.

15491605_1225301537548991_1429535259_o
Cervejeiros de várias parte do mundo 

Saímos do Le Saint-Bock e seguimos para um bar perto. O L´Amère à Boire fica no 2049 Saint-Denis e lá foi a vez de provarmos uma German Hefeweisen e uma cerveja tcheca deliciosa e caramelada chamada Cerná Hora. Para que ninguém fique bêbado, foram servidos petiscos como carnes defumadas e queijos frescos da região.

12239488_844751352309371_5107515392706834653_n

Depois do L´Amère à Boire, nosso grupo seguiu em direção ao terceiro bar. A caminhada pelas ruas do antigo Red Light District de Montreal foi divertida, com a guia Camille Dupuis explicando sobre a história, a arquitetura e o way of life dos montrealenses.

15419240_1225291600883318_556895322_o
Camille Dupuis

O bar Benelux, bem perto do metro Place des Arts, foi um final nota 10, com cervejas artesanais de trigo acompanhadas por vários tipos de chocolates caseiros. “Mais do que simplesmente beber cervejas diferentes, o tour é uma oportunidade de conhecer o estilo de vida de Montreal no inverno. Com a neve é muito gostoso reunir os amigos, a família, para degustar uma boa cerveja encorpada. Isto é parte da nossa cultura, do nosso modo de vida”, finalizou Camille Dupuis.

11101644_756795481104959_5068602168853737773_o

Para saber mais informações sobre preços, horários e roteiros, acesse:

http://montrealcraftbeertours.com/beer-tours/montreal-brewpub-experience-beer-tour/

Fotos de Rosane Rodrigues e da divulgação do tour (Toby Andris Cayouette).

ACHEI EM MONTREAL: ****COMPUTADOR****

A minha saga por bons produtos e serviços aqui em Montreal me motivou a escrever esta série. Neste novo capítulo de “ACHEI EM MONTREAL”, eu quero dividir uma experiência que quase me deixou com cabelos brancos. O meu computador deu uma pane. Tentando resolver sozinha, acabei por desformatar a máquina. Incrível, porém, real. Então, o que fazer? O computador faz parte do meu dia a dia, é meu instrumento de trabalho. Primeiramente, resolvi procurar uma loja de reparos nas imediações da Jean Talon. Encontrei uma com um técnico chinês, que queira me cobrar 150 dólares só para olhar o computador. Nervosa ,e já à beira de um ataque de nervos, liguei para uma amiga, por meio quem a solução veio. Como? Ela me recomendou um engenheiro de computação, um jovem brasileiro, de 30 anos, oriundo de Londrina, no Paraná, chamado José Murilo Mendes. Foi assim que consegui dar fim ao meu drama.

11187140_1050678861627640_6044819991409141662_o
O engenheiro José Murilo mora há dois anos no Canadá

O José Murilo se mudou para Montreal em 2014. Aqui, nestas terras geladas, ele trabalha como Software Developer — Java na Opes Software, além de ter uma empresa, a Delphinus Engenharia da Computação, que faz atendimentos do básico a uma configuração avançada. “Eu já tinha meu próprio negócio no Paraná e faço todos serviços de computador. Atendo em domicílio ou pego o PC e faço o serviço em minha casa. Moro próximo à estação Verdun”, explicou o José Murilo quando conversamos pela primeira vez.

535232_418662071495992_844843259_n
O José tem uma oficina em casa

O José Murilo me tranquilizou e me deu detalhes do que iria fazer. O engenheiro contou que foi professor por vários anos em locais como o Senai do Paraná e, por isso,, estava acostumado a responder tantas dúvidas.

computador-hp-all-in-one-18-5000br-amd-e1-2500-windows-8-1-4gb-500gb-gravador-de-dvd-leitor-de-cartoes-placa-amd-radeon-hd-8240-led-18-5-1000047625

Leitores, minhas dúvidas eram várias! Então, deixei meu computador desformatado com o José e busquei, no dia seguinte, uma máquina nova, formatada, com todos os programas instalados, incluindo antivírus, e com uma velocidade incrível. “Eu aumentei a memória RAM e, como você está utilizando um sistema operacional Windows, um bom o antivírus é essencial”, esclareceu o engenheiro.

no-detalhe-o-modulo-de-armazenamento-de-arquivos-do-macbook-pro-neste-chip-ficam-os-512-gb-disponiveis-no-laptop-da-apple-1339678242567_956x500

Feliz com meu novo computador (sim, era outro computador), eu voltei para casa. O José Murilo tem preço justo e uma tabela com várias opções de serviço. “A hora técnica gira em torno de 50 dólares canadenses. Tenho pacotes especiais, como a formatação, que  sai por 80 CADs e dura cerca de 2 horas e meia”, afirmou. Então,  caso precise de um socorro cibernético aqui em Montreal, basta entrar em contato com o José Murilo. Com certeza, ele vai ajudar você.

overview_wireless_hero

Contato do José Murilo Mendes:

E-mail: jose.murilo.mendes@gmail.com
Facebook: https://www.facebook.com/jose.mendes.986
Tel.:  514 7999483

Brunch em Montreal: uma experiência de gastronomia e cultura

Uma das maneiras de se conhecer um povo, um país, uma cultura é por meio de sua culinária. É nesse sentido que um brunch — que em inglês é a mistura das palavras breakfast (café da manhã) e lunch (almoço) — pode ser tornar uma experiência única. O restaurante Le Gras Durs, na 1660 Jarry E em Montreal, oferece um brunch com tudo o que se tem direito, um all you can eat, com preços a partir de 25 dólares canadenses por pessoa. “É um brunch ‘all you can eat’ e com comida reposta a todo instante. Nós preferimos assim para ter tudo fresco e a certeza da qualidade”, explicou Annie Clavette, proprietária do local.

15317850_1216169011795577_791442417156734017_n
Cardápio variado no brunch

Quando cheguei ao restaurante, eu tive uma surpresa. A trilha sonora, às 11 da manhã de um domingo, era Janis Joplin. A música ambiente do Le Gras Dur é puro rock and roll! Animada pelo som da guitarra e a voz rouca da roqueira,  segui em direção ao buffet. Tudo muito organizado e com um aroma que dava para sentir do lado de fora. Um típico brunch canadense tem bacon, batatas assadas, frango frito e poutine, tradicional prato do Quebec feito com queijo, batatas fritas e molho.

15369089_1216152168463928_7017446555024337895_o
Comida típica do Canadá

Como a ideia é poder comer de tudo e sem culpa, provei do porco guisado, do frango com bacon, do salmão defumado e dos vários tipos de queijos e saladas oferecidos no buffet. Pães e tortas, bolos feitos com Maple syrup, frutas da época como framboesas, iogurtes e muito mais, também fazem parte do cardápio. O brunch é um ritual de gulodice para comer sem pressa, e bem acompanhado por cafés especiais, drinks como o Mimosa, mistura de champanhe e suco de laranja, e para finalizar uma taça de espumante.

15325133_1216165641795914_1097477433006858194_o
O espumante faz parte do brunch completo 

O Le Gras Dur foi criado em 2013 pelo casal Annie Clavette e o chefe Stefan Jacob e no início era um food truck. Além da música e da comida, a decoração do restaurante chama a atenção do frequentadores. ” Nós usamos material reciclável em 95% do restaurante. Outro ponto é que 80% do cardápio, incluindo cervejas,vinhos e espumantes, são de produtores locais”, afirmou Annie Clevette.

img_2262
Caixotes reciclados fazem parte da decoração

O brunch, de um dos mais premiados restaurantes de Montreal, funciona no final de semana das 10 da manhã até às 14 horas.Vale a pena conhecer,porém nada de contar as calorias!

14671278_350166248664563_6360881115596324829_n
Annie e Stefan recebem os clientes com rock and roll e muita simpatia

 

Para reservas e informações sobre preços e horários, acesse:

https://www.facebook.com/legrasdur/

Highlights info row image
(514) 722-4727
Obs: Fotos de Marc Bachand e da divulgação do Le Gras Dur

ACHEI EM MONTREAL: ****CABELOS****

Rosane Rodrigues, Jornalista

A ideia da série Achei em Montrealnasceu de uma necessidade minha de encontrar bons profissionais brasileiros e produtos específicos aqui nestas terras geladas. Eu percebi que minha angústia era compartilhada por boa parte dos brazucas, que estão aqui como estudantes, residentes ou turistas. Então, já que a procura é comum, eu resolvi compartilhar minhas experiências. Para iniciar a série, eu resolvi falar deCABELOS. Sim, eu acho que este é um assunto que preocupa 10 entre 10 pessoas, principalmente as mulheres. O tempo frio é um martírio para qualquer cabelo e é qualquer mesmo, seja com química, liso, afro, cacheado, tingido, curto ou longo. Não tem jeito, o caminho é o ressecamento, o frizz e a queda dos fios. Depois de dias de neve e gelo, o meu cabelo ficou uma bucha. Estava desesperada e uma amiga me deu uma dica, que vou compartilhar agora.

15233762_1204946139584531_879046578_oCabelo muito…

Ver o post original 487 mais palavras

Shakespeare com sotaque francês em Montreal

O ano 2016 marca o 400º aniversário da morte do escritor inglês William Shakespeare.Para homenageá-lo, os autores Simon Boudreault e Jean-Guy Legault do grupo Simoniaques Théâtre prepararam uma paródia hilariante ao mestre do teatro: Gloucester. É uma comédia épica que traz a história ficcional do Rei Eduardo, que parte em uma aventura em direção às terras da Escócia, com direito a batalhas, uma rainha louca, filhos bastardos, traições, amor e desejo.Todos os arquétipos das tragédias e delírios shakesperianos estão presentes no espetáculo, em cartaz na Cinquième Salle da Place des Arts em Montreal.

14711248_1293002740730248_8870105319925572885_o
Gloucester mistura história e ficção

A comédia Gloucester reúne um time de 10 atores com Marie-Josée-Bastien, Emmanuel Bédard, Geneviève Bélisle, David Bouchard, Simon Boudreault, Eloi Cousineau, Jonathan Gagnon, Jean-Guy Legault, Catherine Ruel e Alexandrine Warren.

11227785_1293003054063550_4720592850976314116_o

O grupo se reveza em 35 personagens em uma apresentação,somente em francês, com 3 horas de duração.Não é preciso ninguém se assustar com o tempo longo.A peça tem um intervalo para relaxar a plateia.

14612614_1293002854063570_857669504389540335_o

Considerado um dos maiores escritores de todos os tempos, William Shakespeare nasceu em 1564 e morreu em 1616 na Inglaterra. É tido como um símbolo da dramaturgia inglesa e novelas como o Rei Lear, Romeu e Julieta, Macbeth e Otelo são clássicos que ultrapassaram gerações. A peça Gloucester fica em cartaz até o dia 17 de dezembro.Não percam!!!!!!

 

shakespeare
400 anos após sua morte, Shakespeare continua atual

Para saber mais informações sobre preços de ingressos e horários, acesse: 

http://placedesarts.com/spectacles/18046/gloucester.fr.html
Obs: fotos cedidas pela divulgação do evento